Photos and video with hashtag #mommy

#mommy

  • 10.6M Photos
  • Small
  • Medium
  • Large
- Quando deixamos de ser filhos? . Durante algum tempo tenho feito essa indagação à mim mesma. . Será que existe uma idade certa? Enquanto bebês, durante a infância e até a adolescência somos sempre os filhos da Mamãe e do Papai. Mas quando crescemos buscamos nossa independência, seja ela emocional ou financeira, buscamos seguir nossos caminhos, e então fazemos as nossas escolhas, ir morar fora, casa, estado ou outro país, sustentar nossa própria vida, casar, ter filhos. . E quando constituímos nossa própria família, e viramos pais, deixamos de ser filhos? . E quando perdemos nossos pais, deixamos de ser filhos? . A verdade é que com o passar dos anos vamos assumindo novos papéis, adquirindo mais responsabilidades, o ciclo da vida muda, mas tem algo que não muda... Não muda o nosso desejo e até necessidade de termos nosso porto segura para ter onde atracarmos após uma longa e cansativa viagem. A verdade é que nossa vida é cheia de sobes e desce, e que nas alegrias e tristezas buscamos sempre o colo amigo, a palavras certa, a torcida verdadeira, a alegria de ver a vitória alheia, ou a compaixão por ver a tristeza de outrem, e onde encontramos isso? Em nossos pais. . Quando deixaremos de ser filhos? Desde que conhecemos os embalos dos braços de amor jamais deixaremos de buscá-los, não importa a idade, não importa a circunstância, será o colo, o afago, o abraço de nossos pais que buscaremos sempre. . Cresci, escolhi morar em outro estado, voltei depois para o meu estado, sustentar minha própria vida, constitui minha família, sou mãe, aos 30 anos perdi minha mãe em um trágico acidente, e ainda assim Sou Filha! E hoje tudo o que eu queria era poder escutar sua voz, uma palavra amiga, ouvir sua gargalhada, deitar no seu colo, sentir suas mãos em minha cabeça. . A verdade é que não importa a idade, o grau de maturidade, o nível social, não importa o papel que exercemos, pois o papel de filho é par todo sempre,e com toda certeza o que sempre iremos procurar exercer para nos fortalecer. . Por isso seja filho, busque colo e lhe dê abrigo, essa troca é demasiadamente deliciosa. Se você tem seus pais vivos, os abrace forte e deite a cabeça em seu colo, diga o quanto os ama!
- Quando deixamos de ser filhos? . Durante algum tempo tenho feito essa indagação à mim mesma. . Será que existe uma idade certa? Enquanto bebês, durante a infância e até a adolescência somos sempre os filhos da Mamãe e do Papai. Mas quando crescemos buscamos nossa independência, seja ela emocional ou financeira, buscamos seguir nossos caminhos, e então fazemos as nossas escolhas, ir morar fora, casa, estado ou outro país, sustentar nossa própria vida, casar, ter filhos. . E quando constituímos nossa própria família, e viramos pais, deixamos de ser filhos? . E quando perdemos nossos pais, deixamos de ser filhos? . A verdade é que com o passar dos anos vamos assumindo novos papéis, adquirindo mais responsabilidades, o ciclo da vida muda, mas tem algo que não muda... Não muda o nosso desejo e até necessidade de termos nosso porto segura para ter onde atracarmos após uma longa e cansativa viagem. A verdade é que nossa vida é cheia de sobes e desce, e que nas alegrias e tristezas buscamos sempre o colo amigo, a palavras certa, a torcida verdadeira, a alegria de ver a vitória alheia, ou a compaixão por ver a tristeza de outrem, e onde encontramos isso? Em nossos pais. . Quando deixaremos de ser filhos? Desde que conhecemos os embalos dos braços de amor jamais deixaremos de buscá-los, não importa a idade, não importa a circunstância, será o colo, o afago, o abraço de nossos pais que buscaremos sempre. . Cresci, escolhi morar em outro estado, voltei depois para o meu estado, sustentar minha própria vida, constitui minha família, sou mãe, aos 30 anos perdi minha mãe em um trágico acidente, e ainda assim Sou Filha! E hoje tudo o que eu queria era poder escutar sua voz, uma palavra amiga, ouvir sua gargalhada, deitar no seu colo, sentir suas mãos em minha cabeça. . A verdade é que não importa a idade, o grau de maturidade, o nível social, não importa o papel que exercemos, pois o papel de filho é par todo sempre,e com toda certeza o que sempre iremos procurar exercer para nos fortalecer. . Por isso seja filho, busque colo e lhe dê abrigo, essa troca é demasiadamente deliciosa. Se você tem seus pais vivos, os abrace forte e deite a cabeça em seu colo, diga o quanto os ama!
- Quando deixamos de ser filhos? . Durante algum tempo tenho feito essa indagação à mim mesma. . Será que existe uma idade certa? Enquanto bebês, durante a infância e até a adolescência somos sempre os filhos da Mamãe e do Papai. Mas quando crescemos buscamos nossa independência, seja ela emocional ou financeira, buscamos seguir nossos caminhos, e então fazemos as nossas escolhas, ir morar fora, casa, estado ou outro país, sustentar nossa própria vida, casar, ter filhos. . E quando constituímos nossa própria família, e viramos pais, deixamos de ser filhos? . E quando perdemos nossos pais, deixamos de ser filhos? . A verdade é que com o passar dos anos vamos assumindo novos papéis, adquirindo mais responsabilidades, o ciclo da vida muda, mas tem algo que não muda... Não muda o nosso desejo e até necessidade de termos nosso porto segura para ter onde atracarmos após uma longa e cansativa viagem. A verdade é que nossa vida é cheia de sobes e desce, e que nas alegrias e tristezas buscamos sempre o colo amigo, a palavras certa, a torcida verdadeira, a alegria de ver a vitória alheia, ou a compaixão por ver a tristeza de outrem, e onde encontramos isso? Em nossos pais. . Quando deixaremos de ser filhos? Desde que conhecemos os embalos dos braços de amor jamais deixaremos de buscá-los, não importa a idade, não importa a circunstância, será o colo, o afago, o abraço de nossos pais que buscaremos sempre. . Cresci, escolhi morar em outro estado, voltei depois para o meu estado, sustentar minha própria vida, constitui minha família, sou mãe, aos 30 anos perdi minha mãe em um trágico acidente, e ainda assim Sou Filha! E hoje tudo o que eu queria era poder escutar sua voz, uma palavra amiga, ouvir sua gargalhada, deitar no seu colo, sentir suas mãos em minha cabeça. . A verdade é que não importa a idade, o grau de maturidade, o nível social, não importa o papel que exercemos, pois o papel de filho é par todo sempre,e com toda certeza o que sempre iremos procurar exercer para nos fortalecer. . Por isso seja filho, busque colo e lhe dê abrigo, essa troca é demasiadamente deliciosa. Se você tem seus pais vivos, os abrace forte e deite a cabeça em seu colo, diga o quanto os ama!

This product uses the Instagram API but is not endorsed or certified by Instagram. All Instagram™ logos and trademarks displayed on this application are property of Instagram.