Photos and video with hashtag #brazilian

#brazilian

  • 4.1M Photos
  • Small
  • Medium
  • Large
- Quando foi mesmo que nossa história começou? Difícil dizer. Eu olho para trás e procuro encontrar detalhes que nos conectam antes mesmo do nosso primeiro encontro. Ao te ouvir contar sobre os lugares aonde andou e quem conheceu, na minha cabeça eu fico brincando de ligar os pontos, e encontrar um sentido para nossa história. Não é possível que algo maravilhoso assim tenha sido apenas resultado de algumas coincidências... Nossa história não é o que um jornalista chamaria de grande manchete. Ela é uma história dos detalhes. Ou pelo menos é assim que eu gosto de me lembrar. Você sabe, não é? A memória é ruim, mas a alma possui uma capacidade incrível de lembrar. Se todos os casais tem uma música, nós temos a música como um verdadeiro cenário de amor. Ela nos apresentou. Ela, também, nos uniu para sempre. Vou explicar. Em 2006 o Bruno organizou um show de uma banda que eu adorava. Eu pedi detalhes em uma página do Orkut – o finado – sobre o evento e ali a gente começou a criar um elo que nos mudaria para sempre. O elo da amizade. Fomos melhores amigos por anos. Eu olho pra essa fase e me indago se a gente protagonizaria uma história daquelas de cinema aonde o melhor amigo atrapalha o casamento do outro para se declarar. Mas não, né? Era só amizade. A gente sempre pensa. Me enganei. Aquele encontro caminharia para algo que nos mudaria para sempre. E foi em 2010, quando passei no vestibular que tudo mudou. Nessa época o Bruno estava no segundo curso. Ele estava lá no meu trote. E também no meu primeiro dia de aula, em que eu fiquei com vergonha de ir pro auditório sozinha. E na minha primeira calourada. Começamos a nos ver todos os dias. Ficamos ainda mais próximos. Meus amigos já faziam piada, porque não nos desgrudávamos. Devagar fomos percebendo que já não nos bastava ser só amigos. E foi no dia 17 de Abril que demos nosso primeiro beijo. Uma semana depois, no dia 24 ele me pediu em namoro, e o resto são histórias. {...CONTINUA NOS COMENTÁRIOS!} #QueroUmVestidoDoAtelierFernandoPeixoto
- Quando foi mesmo que nossa história começou? Difícil dizer. Eu olho para trás e procuro encontrar detalhes que nos conectam antes mesmo do nosso primeiro encontro. Ao te ouvir contar sobre os lugares aonde andou e quem conheceu, na minha cabeça eu fico brincando de ligar os pontos, e encontrar um sentido para nossa história. Não é possível que algo maravilhoso assim tenha sido apenas resultado de algumas coincidências... Nossa história não é o que um jornalista chamaria de grande manchete. Ela é uma história dos detalhes. Ou pelo menos é assim que eu gosto de me lembrar. Você sabe, não é? A memória é ruim, mas a alma possui uma capacidade incrível de lembrar. Se todos os casais tem uma música, nós temos a música como um verdadeiro cenário de amor. Ela nos apresentou. Ela, também, nos uniu para sempre. Vou explicar. Em 2006 o Bruno organizou um show de uma banda que eu adorava. Eu pedi detalhes em uma página do Orkut – o finado – sobre o evento e ali a gente começou a criar um elo que nos mudaria para sempre. O elo da amizade. Fomos melhores amigos por anos. Eu olho pra essa fase e me indago se a gente protagonizaria uma história daquelas de cinema aonde o melhor amigo atrapalha o casamento do outro para se declarar. Mas não, né? Era só amizade. A gente sempre pensa. Me enganei. Aquele encontro caminharia para algo que nos mudaria para sempre. E foi em 2010, quando passei no vestibular que tudo mudou. Nessa época o Bruno estava no segundo curso. Ele estava lá no meu trote. E também no meu primeiro dia de aula, em que eu fiquei com vergonha de ir pro auditório sozinha. E na minha primeira calourada. Começamos a nos ver todos os dias. Ficamos ainda mais próximos. Meus amigos já faziam piada, porque não nos desgrudávamos. Devagar fomos percebendo que já não nos bastava ser só amigos. E foi no dia 17 de Abril que demos nosso primeiro beijo. Uma semana depois, no dia 24 ele me pediu em namoro, e o resto são histórias. {...CONTINUA NOS COMENTÁRIOS!} #QueroUmVestidoDoAtelierFernandoPeixoto
- Quando foi mesmo que nossa história começou? Difícil dizer. Eu olho para trás e procuro encontrar detalhes que nos conectam antes mesmo do nosso primeiro encontro. Ao te ouvir contar sobre os lugares aonde andou e quem conheceu, na minha cabeça eu fico brincando de ligar os pontos, e encontrar um sentido para nossa história. Não é possível que algo maravilhoso assim tenha sido apenas resultado de algumas coincidências... Nossa história não é o que um jornalista chamaria de grande manchete. Ela é uma história dos detalhes. Ou pelo menos é assim que eu gosto de me lembrar. Você sabe, não é? A memória é ruim, mas a alma possui uma capacidade incrível de lembrar. Se todos os casais tem uma música, nós temos a música como um verdadeiro cenário de amor. Ela nos apresentou. Ela, também, nos uniu para sempre. Vou explicar. Em 2006 o Bruno organizou um show de uma banda que eu adorava. Eu pedi detalhes em uma página do Orkut – o finado – sobre o evento e ali a gente começou a criar um elo que nos mudaria para sempre. O elo da amizade. Fomos melhores amigos por anos. Eu olho pra essa fase e me indago se a gente protagonizaria uma história daquelas de cinema aonde o melhor amigo atrapalha o casamento do outro para se declarar. Mas não, né? Era só amizade. A gente sempre pensa. Me enganei. Aquele encontro caminharia para algo que nos mudaria para sempre. E foi em 2010, quando passei no vestibular que tudo mudou. Nessa época o Bruno estava no segundo curso. Ele estava lá no meu trote. E também no meu primeiro dia de aula, em que eu fiquei com vergonha de ir pro auditório sozinha. E na minha primeira calourada. Começamos a nos ver todos os dias. Ficamos ainda mais próximos. Meus amigos já faziam piada, porque não nos desgrudávamos. Devagar fomos percebendo que já não nos bastava ser só amigos. E foi no dia 17 de Abril que demos nosso primeiro beijo. Uma semana depois, no dia 24 ele me pediu em namoro, e o resto são histórias. {...CONTINUA NOS COMENTÁRIOS!} #QueroUmVestidoDoAtelierFernandoPeixoto

This product uses the Instagram API but is not endorsed or certified by Instagram. All Instagram™ logos and trademarks displayed on this application are property of Instagram.